Cristiano Ronaldo

Vitor Silva - 14/06/2017 - 10:36

Cristiano Ronaldo

Não sei se também é característica de outros povos, mas de muitos portugueses é: dizer mal de muitos dos nossos que se distinguem lá fora.

Guterres foi eleito Secretário Geral da ONU? É um oportunista que só se candidatou ao lugar para ganhar dinheiro.

Portugal foi Campeão da Europa de Futebol? Havia várias equipas muito melhores, mas Portugal, não jogando nada, teve uma sorte incrível.

Salvador Sobral ganhou o Festival da Eurovisão? A canção não valia nada, mas as outras eram piores.

A última vítima da má língua foi Cristiano Ronaldo. Não joga nada, só marca muitos golos porque o Real Madrid tem uma grande equipa que lhe põe a bola de bandeja para que ele só tenha que a empurrar para dentro da baliza e o Messi é que é bom.

Confesso que no que a equipas espanholas diz respeito a minha equipa preferida é o Barcelona e não tenho nenhuma simpatia pelo Real Madrid. Gostava muito mais de ver o Ronaldo a jogar pela equipa catalã, mas isso não me impede de reconhecer o extraordinário jogador que ele é. Ronaldo e Messi são indiscutivelmente os melhores jogadores do mundo. Umas vezes é o português que está melhor, como neste momento acontece e noutras ocasiões é o argentino que está por cima.

Espanta-me por isso o ódio (não encontro outro termo) que tantos portugueses têm a Cristiano Ronaldo. Inveja certamente. Do seu sucesso, do seu dinheiro, da sua popularidade. Mas não só. Tenho para mim que a maioria das pessoas que tanto ódio votam aos compatriotas que se distinguem lá fora, como é o caso de Cristiano Ronaldo, são pessoas frustradas e que estão mal consigo próprias.

Nunca mais me esqueço que há cerca de uma dezena de anos numa remota aldeia da Birmânia, entrei numa muito humilde lojeca e fui surpreendido por um enorme poster de Cristiano Ronaldo, pendurado de uma parede. Provavelmente o dono só saberia que existia um país chamado Portugal, através do nosso futebolista.

Audio Player

COMENTE ESTE ARTIGO