Vidigueira, Terra de Vinhos Famosos!

Helena D'Aguilar - 04/05/2016 - 04:49

Vidigueira, Terra de Vinhos Famosos!

Vidigueira terra de vinhos famosos, com 13 Adegas, cada uma delas com características bem diferentes, mas iguais naquilo que produzem o Vinho da Vidigueira.

A Adega Cooperativa de Vidigueira Cuba e Alvito, é a maior produtora de Vinho é aquela reúne todos os viticultores do Concelho de Vidigueira, Cuba e Alvito. É a maior produtora do Concelho e a empresa que mais impacto tem em termos económicos e surgiu da necessidade sentida das pessoas escoarem os seus vinhos, pode se dizer que é uma Adega de todos, pelo seu carácter coorporativo.

A Ribafreixo, Sociedade Agrícola é uma empresa recente, que surge na Vidigueira pelo Empresário Mário Pinheiro, que veio de África do Sul e se juntou ao Engenheiro Agrónomo Nuno Bicó, a esta dupla juntou se o Enólogo Paulo Laureano. Produzem Vinhos Tintos e Brancos entre outros, e até já produzem Alvarinho.

Cortes de Cima, outra das Adegas de referência, surge na Vidigueira através de um casal, ela Americana, Carrie e ele Dinamarquês, Hans Jorgensen, escolhem este território e produzem aquele que foi considerado o melhor Vinho Branco do Mundo, em 2013.

Continuando a nossa Rota, vamos até à Quinta do Quetzal que surge no Concelho através de um casal Holandês Inge e Cees de Bruin, que em 2002 fez nascer este projecto. Em breve este mesmo projecto será complementado por um Restaurante e por um Museu de Arte Contemporânea.

Herdade do Peso, adquirida pelo grupo Sogrape, escolheu vir para a Vidigueira produzir Vinhos, produzindo assim o seu primeiro vinho alentejano. É hoje uma marca de referência e conhecida em todo o país e no mundo.

Herdade Grande é uma propriedade agrícola que pertenceu sempre à mesma família, nela nasceu o atual proprietário Engenheiro Lança, que assume a gestão e produção dos Vinhos, acompanhado de sua filha, Agrónoma Mariana Lança. Com cerca de um século esta casa, continua a produzir vinho de excelente qualidade e com a certeza que terá continuidade através da nova geração. Recentemente iniciou a comercialização de azeite.

Casa Agrícola Monte da Ribeira, empresa familiar gerida por Dr. José Amaro Martins Carmona e Costa, produtora de vinhos e também dedicada à arte através da Fundação de Arte Contemporânea.

E porque todas as Adegas são diferentes, a Herdade do Sobroso difere pela sua área de intervenção, que para além da produção de vinhos a aposta no turismo cinegético é uma das realidades já há alguns anos e ganha todos os anos cada vez mais adeptos.

Neste percurso já conhecemos empresários nacionais e outros que vieram de outra parte do mundo e escolheram a Vidigueira, para produzir Vinho.

Da Argentina pela mão do Engenheiro João Xabregas surge a Hacienda Branca, empresa recente e fortemente marcada pela cultura latina, tanto na estrutura da Adega como na própria imagem do Vinho.

Paulo Laureano, um dos mais conhecidos Enólogos, escolhe a Vidigueira para produzir o seu Vinho. Para além de produzir o seu próprio vinho, é enólogo em diversas adegas tanto no concelho como noutros sítios do Pais, e considerado por muitos especialistas um dos melhores Enólogos.

A vinícola passou a ter sede na Vidigueira, no ano de 2006, onde são produzidos todos os vinhos alentejanos da Paulo Laureano Vinus.

JJMR, Morais Rocha Sociedade Agrícola, empresa familiar surge também recentemente em Vidigueira e aposta na produção de Vinho e Azeite, os dois produtos encontram na nossa região o encontro perfeito para a produção dos mesmos.

A Enolea - Sociedade Agrícola, Lda, é a detentora da Herdade da Lisboa. Nesta altura a empresa está em fase de conclusão da sua Adega e do seu Lagar. O Sr João Cardoso encontrou também ele, na Vidigueira as condições ideais para produzir o seu Vinho.

Os Vinhos e Azeites produzidos pela empresa, tem a marca Paço dos Infantes.

Iniciamos este percurso pelas Adegas do Concelho da Vidigueira, desde as mais antigas, até às mais recentes, passando pelas mais tradicionais, como também pelas mais inovadoras e modernizadas, todas elas distintas, mas como a mesma característica, escolheram a Vidigueira para produzir o seu vinho.

Termino este percurso, falando de um outro Vinho produzido também no Concelho, em Vila de Frades já há muitos anos, o mais antigo deles todos e produzido de forma artesanal ainda pelos Romanos, e que se mantém até aos dias de hoje, muito pelos produtores locais e muito pela Vitifrades, Associação de Desenvolvimento Local que tem dinamizado as Festas Báquicas em torno deste Vinho.

É por isso que a Vidigueira é terra de vinhos famosos, porque tem gente de todo o mundo a achar que aqui há qualquer coisa de especial que torna os nossos vinhos diferentes e únicos.

O Vinho é embaixador da Vidigueira em qualquer parte do mundo, e acreditamos que através dele conseguimos promover a nossa região.

As Autarquias locais podem e devem criar as dinâmicas e estratégias necessárias para promoção dos seus territórios, esse é claramente um dos desafios do poder local, a promoção dos territórios no exterior de forma integrada, capitalizando aquilo que sabemos fazer bem e atrair novos investidores para o nosso território, que criem riqueza e que povoem a nossa região.

Audio Player

COMENTE ESTE ARTIGO