SPZS denúncia precariedade nos Agrupamentos de Escolas do Alentejo e Algarve

Rádio Pax - 21/03/2017 - 00:00

SPZS denúncia precariedade nos Agrupamentos de Escolas do Alentejo e Algarve

O Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) fez um levantamento do número de professores com vínculo precário nas escolas do Alentejo e Algarve.

Numa nota enviada à Rádio Pax, o Sindicato aponta o exemplo do agrupamento de Escolas de S. Teotónio, em Odemira, onde existem 21 docentes contratados, num total de 58 docentes, o que corresponde a 36% de professores com vínculo precário.

Para o SPZS, “a precariedade docente não é uma inevitabilidade, sendo um dos graves problemas que afecta docentes e investigadores”.

Segundo o Sindicato, nos distritos de Portalegre, Évora, Beja e Faro “o número de horários anuais e completos que foram lançados para contratação como necessidades temporárias do sistema, neste ano lectivo, correspondem, na sua maioria, a necessidades permanentes das escolas”.

COMENTE ESTA NOTÍCIA